Número de risco: 20
Número da ONU: 1006
Classe ou subclasse de risco: 2.2
Descrição da classe ou subclasse de risco: GASES NÃO-INFLAMÁVEIS, NÃO TÓXICOS.
Grupo de embalagem: NA

Aspecto: Gás asfixiante, incolor, inodoro e insípido. Incompatibilidade química: Incompatível para os produtos da subclasse 4.1 ONU: 3221, 3222, 3231 e 3232 e subclasse 5.2 ONU: 3101, 3102, 3111 e 3112.

EPI de uso exclusivo da equipe de atendimento a emergência: Óculos de proteção, luvas de couro, avental e botas. Em caso de emergência: Equipamento de respiração autônoma e roupas apropriadas contra incêndio. O EPI do motorista está especificado na ABNT NBR 9735.

 

 

RISCOS

 

Fogo: Não pega fogo, pode ser usado como agente extintor. Pode causar uma sufocação rápida quando as concentrações são suficientes para reduzir os níveis de oxigênio abaixo de 19,5%. O recipiente pode explodir se entrar em contato direto com fogo, em caso de ruptura, os fragmentos do cilindro se projetam violentamente, podendo ocasionar ferimentos graves ou óbito de pessoas que se encontrem em suas proximidades.

 

Saúde: Pode provocar asfixia através da diluição da concentração de oxigênio no ar abaixo dos níveis de sustentação da vida. A exposição a atmosferas deficientes de oxigênio pode provocar tontura, náusea, vômito, perda da consciência e morte. A morte poderá resultar de erro de julgamento, confusão mental ou perda da consciência que coíbe o processo de salvamento do próprio indivíduo. As concentrações baixas de oxigênio, a perda da consciência e morte poderá ocorrer em segundos sem alerta.

 

Meio ambiente: Não tóxico, dilui no ar atmosférico. O vapor do gás é mais pesado que o ar. Solubilidade em água: ligeiramente solúvel.

 

 

EM CASO DE ACIDENTE

Vazamento: Isole a área e afaste os curiosos. Evacue o pessoal da área de risco. Ventile a área ou remova os cilindros para uma área bem ventilada. Feche o cilindro se não houver risco. Teste a área para ver se tem oxigênio suficiente antes de permitir o retorno do pessoal. Não permita a entrada do produto em bueiros, rede de esgotos ou áreas confinadas. Isole a área até que o gás tenha se dispersado.

 

Fogo: Agentes extintores: Pó químico seco (PQS), gás carbônico (CO2), neblina de água ou espuma normal. Evacue o local de risco e de forma abrigada na maior distância possível inicie o resfriamento dos recipientes com jatos de água pulverizada, após resfriá-los, remova-os para longe da área do fogo. Durante a utilização, arcos e faíscas podem ser fonte de ignição dos materiais combustíveis. Qualquer parte dos recipientes não deve entrar em contato com temperatura maior que 52°C aproximadamente 125°F, pois existe o risco de se romper ou explodir com o calor do fogo. Bombeiros devem usar equipamento de respiração autônoma e roupas apropriadas de combate ao fogo.

 

Poluição: Não polui, dispersivo no ar atmosférico. Avisar a Defesa Civil, fone 199 – ligação gratuita.

 

Envolvimento de Pessoas: Pessoas que estiverem eventualmente sofrendo de falta de oxigênio devem ser removidas a áreas com atmosfera normal. Poderá ser necessária a utilização de aparelhos de respiração por parte do pessoal do salvamento. Respiração mecânica ou oxigênio deverá ser administrado a vítima que não estiver respirando.

 

Informações ao Médico: Relatar que a vítima foi atingida por argônio a alta pressão. O tratamento deve ser dirigido para o controle dos sintomas e condições clínicas. Alguns gases tóxicos associados com processos de soldagem e correlatos podem causar edema pulmonar, asfixia e morte. Manter a vítima sob observação, até que os sintomas desapareçam.

 

Observações: As instruções ao motorista, em caso de emergência, encontram-se descritas exclusivamente no envelope para transporte.

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário